Documento sem título




 
SANTA MARIA GORETTI
Este artigo foi visto 589 vezes.
 

Santa Maria Goretti

 

 

Ela era apenas uma menininha quando foi santificada por um grande sacrifício que fez por amor a Deus:

Ela nasceu em uma família camponesa muito pobre, na cidade de Corinaldo, na Itália.

Desde sempre muito católica, ela assistia sua mãe em absolutamente tudo, sem jamais recusar uma ordem.

Ela ajudava a cuidar de seus irmãos mais novos, e ajudava seus pais nos serviços da lavoura.

Um exemplar em todas as virtudes, ela se mostrava sempre humilde ao sofrer uma injustiça, paciente nos momentos de maior pobreza, e seu espírito de oração era contagiante para todos que viviam com ela.

Acontece que, com apenas 9 anos de idade, ela perde seu pai; e a família, que já estava em uma situação financeira delicada, cai em situação de extrema miséria.

Pobre menina! Tão pequena e já tão duramente provada na vida!

Será que as pessoas de hoje, tão acostumadas ao conforto e às facilidades da vida moderna, seriam capazes de suportar o que ela suportou?

Mas o pior ainda estava por vir...

Por causa da pobreza extrema em que se encontrava a família, tiveram de se mudar para Netuno, uma cidade próxima de Roma.

Eles moravam em uma espécie de cortiço, em uma situação bastante precária.

Maria Goretti tinha apenas 11 anos, e uma inocência inconcebível para este mundo tão apodrecido pelo pecado.

E toda essa pureza causa fascínio, sobretudo a quem não a tem...

A família tinha um vizinho de 20 anos chamado Alexandre Serenelli.

Era um sujeito terrível; ele buscava tirar o que Maria tinha de mais precioso - a jóia de sua pureza.

Alexandre buscava formas de violentar a pobre menina, que se recusava terminantemente a ceder a tais indignidades e perversões.

Pela graça de Deus, ela sempre conseguia fugir; e era ameaçada de morte caso ousasse contar à sua mãe o tormento em que estava vivendo.

Mas a pureza e resistência ao pecado enfurecem terrivelmente ao demônio e a seus capangas. Por isso, a mera existência de Maria Goretti se tornava um motivo de humilhação para Alexandre.

Então ele decidiu tomá-la à força.

Esperou um momento em que ela estivesse só em sua casa.

Ele a viu costurando, com o Rosário em suas mãos, chamou-a, mas não foi atendido; então, em um ímpeto de fúria a arrastou para um quarto e o trancou.

Ela se defendeu com tal prodígio que o desgraçado nada conseguiu, até o ponto em que tirou um punhal e disse:

"Consente ou te mato".

Até onde o orgulho e a luxúria podem levar uma pessoa?

Alexandre, impiedosamente, esfaqueou a virginal mocinha por 14 vezes:

Como as apunhaladas rasgavam as roupas da menina e a expunham, ela parou de se defender para cobrir com as mãos seu corpo puríssimo.

O maldito fugiu, e a menina foi resgatada pela mãe com apenas um fio de vida...

Ela havia sido de tal modo ferida que seus intestinos estavam expostos, e ela suportou todo aquele tormento com uma virtude heroica, raríssima, preciosíssima.

E sabe o que ela disse em seu leito de morte?

- Ela disse somente que desejava que Alexandre se arrependesse e que queria vê-lo no Céu...

A Santinha foi assim coroada por Deus.

Quando uma pessoa se torna mártir por amor à pureza, uma virtude que é tão agradável a Deus, parece que seu corpo emana a Sua Glória.

E a prova maior disso é que, em seu funeral, era incontável o número de pessoas que tentavam se aproximar para vê-la.

Agora, o mais impactante...

Foi o primeiro milagre de Santa Maria Goretti:

Alexandre acabou sendo condenado a 30 anos de prisão.

E durante o seu período na cadeia, ele foi transformado pelas lágrimas e pelo arrependimento de ter feito algo tão terrível a tão inocente Santa.

Graças aos rogos dela no Céu, Alexandre se arrepende profundamente e se torna um de seus primeiros devotos!

Acaba decidindo que irá passar o resto de seus dias como monge enclausurado, vivendo uma vida de penitência; e por fim acabou morrendo na graça de Deus.

Santa Maria Goretti alcançou a graça de converter o seu algoz, e poder vê-lo no Céu, como tinha desejado em seu leito de morte...

* * *

A Fé faz muito mais do que mover montanhas: foi a Fé que santificou Santa Maria Goretti, e que, através dela, deu tão belos frutos.



 
 

ATENÇÃO! - Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão deste que sempre sejam citados a fonte www.padresanto.com.br

 


     VEJA MAIS:


  SANTA MARIA GORETTI (589 Hits)
  SÃO THOMÉ E SÃO MAXIMILIANO MARIA KOLBE (649 Hits)
  SÃO PAULO (514 Hits)
  SÃO LEONARDO DE PORTO MAURÍCIO (606 Hits)
  SANTO ANTONIO MARIA CLARET (675 Hits)
  A VIVACIDADE DE S. JOÃO MARIA VIANNEY (645 Hits)
  SANTA TEREZINHA__SÓMENTE ROSAS? (1329 Hits)
  SANTA MÔNICA_LÁGRIMAS QUE CONVERTEM UM FILHO (694 Hits)
  SÃO LOURENÇO (777 Hits)
  SANTO AFONSO MARIA DE LIGÓRIO (1127 Hits)


 
Visitas Únicas Hoje: 54 - Total Visitas Únicas: 229365 - Usuários online: 9
2009 - www.padresanto.com.br - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por Espacojames