Documento sem título




 
A MÃE
Este artigo foi visto 671 vezes.
 
Através das janelas ornadas de verde
penetram os raios de sol.
A avó está sentada e dorme durante todo o dia.
O seu cabelo é branco e no seu rosto
cavou o tempo sulcos profundos,
e a seus pés, ajoelhada, brinca uma criança.
 
"Porque dormes durante todo o dia?"
pergunta ingenuamente a pequena.
"O avó, tu não és bela!
Teus cabelos são feios e na fronte
tens umas rugas tão grandes!
A mamã é muito mais bela!
Que bela que é a ma!"
 
A avó fitou a pequena favorita:
"A beleza passa veloz e o tempo fez-me isto
mas também a mamã vai envelhecer".
 
Paira um hábito de tristeza.
"Oh, não! a mamã será sempre bela!"
 
 
(A mãe, pelo Cardeal Mindszenty)


 
 

ATENÇÃO! - Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão deste que sempre sejam citados a fonte www.padresanto.com.br

 


     VEJA MAIS:


  OS ESTANDARTES DO REI AVANÇAM (698 Hits)
  HINO AO SOFRIMENTO (620 Hits)
  PEGADAS NA AREIA (976 Hits)
  ORAÇÃO DA ALMA ENAMORADA (739 Hits)
  PORQUE TE AMO Ó MARIA! (737 Hits)
  MINHA CARNE É VERDADEIRA COMIDA (678 Hits)
  A MÃE (671 Hits)
  O AMOR NÃO É AMADO (931 Hits)
  MÃE DE DEUS E MINHA MÃE (921 Hits)
  A CRUZ (917 Hits)


 
Visitas Únicas Hoje: 138 - Total Visitas Únicas: 274018 - Usuários online: 13
2009 - www.padresanto.com.br - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por Espacojames