Documento sem título




 
A VIA SACRA E O ROSÁRIO
Este artigo foi visto 714 vezes.
 
VIA SACRA E O ROSÁRIO
 
 
Para alívio das almas do Purgatório, temos uma fonte de indulgências e de riquezas espirituais — é a Via Sacra.
 
Esta meditação da Paixão e morte do nosso Divino Redentor, nos lembra o Sangue Precio­síssimo derramado pela salvação das almas, e nos faz pedir pelo Sangue de Cristo a libertação do Purgatório.
 
Quanto alívio não trás às almas sofredoras uma piedosa Via Sacra!
 
É uma devoção santificadora pa­ra nós e um sufrágio precioso para as pobres almas.
 
Dizia São Boaventura: “Se quereis crescer de virtu­de em virtude, atrair para vossa alma graça sobre graça, entregai-vos muitas vezes ao exercício da Via Sacra”.
 
A Paixão de Jesus Cristo é remédio para nossa alma pecadora, e este Sangue Precioso cairá sobre as almas como doce refrigério.
 
Na Vida da V. Maria d’Antigna se conta que esta serva de Deus tinha o piedoso costume de fazer todos os dias a Via Sacra pelos defuntos.
 
Depois, com outras ocupações e devoções, se descuidou des­ta.
 
Um dia, uma religiosa do mosteiro, falecida há pouco tempo, lhe apareceu e lhe disse, gemendo: __“Minha Irmã, porque não faz as estações da Via Sa­cra por mim e pelas almas como antes?”.
Neste mo­mento apareceu-lhe Nosso Senhor: __“Filha, disse-lhe o Salvador, estou muito triste com tua negligência.
É preciso que saibas que a Via Sacra é muito pro­veitosa para os defuntos, e eis porque permiti que esta alma viesse reclamá-la em seu nome e em nome das outras almas padecentes. É um sufrágio muito importante. É preciso tornar este tesouro mais co­nhecido em favor das almas”.
 
Desde esse dia, a serva de Deus se dedicou a es­te exercício e o propagou com muito zelo.
 
Pelo me­nos às sextas-feiras, se possível, façamos uma Via Sacra pelos mortos. Como a Via Sacra, o Rosário é um tesouro dos mortos também.
 
Um dia, São Domingos pregava sobre a eficácia do Rosário em favor das almas sofredoras. Era nas planícies do Languedoc. Um homem incrédulo zom­bou do Santo. Naquela noite teve uma misteriosa visão. Via as almas se precipitarem nos abismos do Purgatório e Maria Santíssima, com uma cadeia de ouro, as tirava do abismo e as punha em terra firme. Era uma imagem do Rosário, cadeia de ouro pela qual Nossa Senhora arranca do Purgatório as pobres almas sofredoras.
 
Quantos prodígios faz o Rosário em favor dos seus devotos na vida, na morte e depois da morte no pur­gatório!
 
Além do mais, o Rosário é um tesouro de muitas indulgências que podemos aplicar em sufrá­gio das pobres almas.
 
Vamos rezá-lo sempre, nas horas vagas, pelas estradas, em toda parte, não per­camos o tempo. Aproveitemos para rezar muitos rosários pelas pobres almas.
 
Temos tantos parentes e amigos e tantas almas queridas no Purgatório! Va­mos aliviá-las com nosso rosário bendito!
 
 

 

 

Do Livro "Tenhamos compaixão das pobres almas" Mons. Ascânio Brandão

 
 

ATENÇÃO! - Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão deste que sempre sejam citados a fonte www.padresanto.com.br

 


     VEJA MAIS:


  O PURGATÓRIO E A VONTADE DE JESUS (806 Hits)
  SEJAMOS APÓSTOLOS DO PURGATÓRIO (799 Hits)
  PRÁTICAS DEVOTAS PELAS ALMAS DO PURGATÓRIO (899 Hits)
  A VIA SACRA E O ROSÁRIO (714 Hits)
  AS ALEGRIAS E CONSOLAÇÕES DO PURGATÓRIO (862 Hits)
  N. SENHORA DO CARMO, MÃE DO PURGATÓRIO (935 Hits)
  MARIA SANTÍSSIMA, MÃE E CONSOLADORA DO PURGATÓRIO (864 Hits)
  OS PECADORES OU AS ALMAS? (824 Hits)
  PENITÊNCIA PELOS MORTOS (1061 Hits)
  AS INDULGÊNCIAS (1032 Hits)


 
Visitas Únicas Hoje: 88 - Total Visitas Únicas: 237359 - Usuários online: 11
2009 - www.padresanto.com.br - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por Espacojames