Documento sem título




 
INTOLERÂNCIA RELIGIOSA
Este artigo foi visto 400 vezes.
 

 

INTOLERÂNCIA RELIGIOSA

 

( tema de redação do ENEM )


Quais são os motivos do aumento da Cristofobia no mundo moderno?
Assistimos perplexos, uma geração paganizada que troca a Verdade Revelada, pelas mentiras e falsificações históricas propagadas por agentes marxistas e comunistas que ocupam determinados seguimentos da sociedade. Entre eles o MEC, professores da área de humanas e defensores do LGBT.

Os critérios utilizados para a não aceitação de Cristo e da moralidade, que construíram a Civilização Ociental, são de fundo carnal e de defesa da liberdade de escolha de uma vida que leva à luxúria, aos prazeres carnais e ao relativismo do que seja família, mesmo a ciência e a vida observativa já comprovarem que indivíduos do mesmo sexo não se reproduzem, portanto, não geram vida. A escolha individual não pode ser critério para forçar todos a seguir o que uma minoria acha correto.

A infantilização do indivíduo e o discurso vitimista, fazem com que pagãos olhem para um crucifixo pendurado na parede de uma repartição pública, e sintam raiva, pois seu emocional está abalado, não aceitando internamente sua escolha de vida. Caso houvesse uma aceitação verdadeira, o crucifixo seria considerado apenas um objeto decorativo. Não sendo motivo para ataques. Entretanto, pelo símbolo que leva à Verdade e que representa o símbolo da mais injusta condenação já feita na humanidade, a morte de Jesus Cristo, os olhos dos que se afastam da Verdade se sentem oprimidos, isso faz com que esses queriam, de todas as formas, removê-lo do local, como que pudessem condenar à morte novamente Jesus.

Utilizando a falácia de que o Estado deve ser laico, e esquecendo-se que o mesmo Estado possui uma população religiosa na maioria, esses que não suportam conviver com sua própria consciência, fazem performances teatrais e blasfêmicas, demontrando seus transtornos psicológicos. Isso não é democrático.

O que vemos é a própria intolerância da consciência individual, de pessoas que se perderam no modernismo pagão, que trocaram a religiosidade divina por artistas famosos idolatrando-os como mitos, fazendo escolhas por crenças que não possuem valores morais definidos, onde cada um escolhe o que deve ser feito. Essa é a diferença entre ter uma crença e ter uma religião.

A Verdade revelada, seguida e estudada por pessoas simples, cultas, estudiosas, leigas, teólogos e santos, de diversos seguimentos da sociedade, não escolhendo raça ou condição social, sendo massacrada por fanáticos pagãos, que trocaram a salvação da alma e a busca pela vida eterna, por uma busca inconsequente por felicidade terrena. 

Que os professores, pedagogos, psicólogos e relativistas morais do MEC, que defendem a Ideologia de Gênero não pratiquem a intolerância religiosa obrigando filhos inocentes de cristãos a abandonarem a fé e a religiosidade praticada pela família, pois isso representa um ataque à base que sustenta a sociedade, a família.

O que fará com que a intolerância religiosa termine será a busca constante pela Verdade, combatendo as mentiras propagadas pelos iluministas ateus, frutos da Revolução Francesa, que encontram argumentos fantasiosos na revolução que dividiu a cristandade há 500 anos.

Que os ateus e liberais modernistas, que ocupam as grandes mídias televisivas, de jornais e de rádio do país deixem de isenção e condenem as milhares de mortes de cristãos no mundo, vítimas de ataques islâmicos. Considerando que 10% da população islâmica mundial são seguidores do radicalismo corânico, temos cerca de 150 milhões de possíveis terroristas, prontos para atacar quem não aceite seguir o que eles querem. Tudo isso, pelo simples fato de que, mesmo após mais de 2.000 anos, a Verdade do ÚNICO Filho de Deus, Jesus Cristo, que se encarnou e veio até a humanidade, não foi aceita por grande parte das pessoas que não suportam a Verdade e preferem viver no refúgio da mentira, servindo aos "deuses" dinheiro, fama, status e vaidade.

A maior intolerânica religiosa é praticada pelos defensores da mentira, que acusam cristãos injustamente, pois nào suportam a Verdade. Esse é o mal do mundo moderno. Viveremos em paz, quando a Verdade for seguida e defendida, com a proteção de Deus. Quando aqueles que não aceitarem a verdade se conscientizarem que não podem forçar a humanidade a viver sem Deus, não se vitimizando e criando polêmicas midiáticas.

 

Texto escrito por Viviane Diniz.



 
 

ATENÇÃO! - Todos os artigos disponíveis neste sítio são de livre cópia e difusão deste que sempre sejam citados a fonte www.padresanto.com.br

 


     VEJA MAIS:


  APENAS QUINZE MINUTOS (80 Hits)
  O JUÍZO DIVINO (155 Hits)
  ADOTE ESPIRITUALMENTE UM BEBÊ (199 Hits)
  O MEU VIGÁRIO: VÍTIMA AGRADÁVEL A MEUS OLHOS (146 Hits)
  QUASE TODOS OS MEUS SACERDOTES SÃO DOUTORES (162 Hits)
  A DOR É UM DOM DE DEUS (179 Hits)
  JUNTO DE MIM (135 Hits)
  MARIA CONTA DETALHES DA PAIXÃO DE CRISTO (370 Hits)
  AS BODAS DE CANÁ (282 Hits)
  CRISTOTECA E BALADA SANTA (292 Hits)


 
Visitas Únicas Hoje: 144 - Total Visitas Únicas: 229701 - Usuários online: 11
2009 - www.padresanto.com.br - Todos os Direitos Reservados
Desenvolvido por Espacojames